quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Considerações provisórias

Passados poucos dias desde o domingo “mais importante” do ano, cabem algumas ponderações a respeito de todo processo. Não se preocupem, pois não se trata do que muita se sabe, ou seja, Tiririca, Romário, Garotinho ou outros quaisquer foram eleitos. Azar o nosso, bem sabemos. Tampouco irei reclamar e dizer que tudo será igual e corrupto como sempre. Doravante prossigamos.

Ao ligar a TV vemos propagandas fora e dentro de horas. Nas ruas, panfletos sujam as cidades a cada esquina. Cartazes se espalham. O telefone toca e a voz robótica anuncia as boas novas de tal candidato. Por e-mail você recebe, sem desejar, propostas de um não-contato. Parados, ouvimos os sons de carros com mensagens eleitoreiras. Nos debates quase não se discute conceitos, estruturas, ideias ou ideais. Busca-se vender atrativos e vantagens para cada eleitor e, assim, angariar uns tanto votos mais. Músicas de fundo, crianças e velhos, ônibus e trens, enfim, lugares que não conhecem os quantos candidatos.

Estamos em pleno século XXI, mas ao contrário do que imaginam muitos, o moralismo ainda não foi superado, nem mesmo trocado. Circularam e-mails – estes geralmente enviados por evangélicos, como em todo ano de eleição – espalhavam que certo candidato a vice-presidência seria satanista. Junte-se a isto uma suposta perseguição aos cristãos que, pasmem, serão proibidos de condenar o homossexualismo e em especial sua almejada união conjugal. Ainda, como tática eleitoreira, diminuiu-se a desvantagem percentual ressuscitando fantasmas do passado, como o aborto, por exemplo, que assustaram nossos pais e avós. Porém, “ainda somos os mesmos como nossos pais”, já bem dizia a canção. Não se relacionou este problema à saúde pública, dado que muitas mulheres perdem a vida ou a comprometem por não terem condições de bancar o alto custo de uma clínica clandestina, como algumas outras podem e assim o fazem. Sendo contrário ou favorável, poderíamos ampliar o debate sem demonizar as partes.

Outros tantos eleitores, demasiado fatigados por não verem resultados que se prezem no entra-e-sai dos anos, resolveram dar seu voto à protesto. Talvez tenham esquecido que isso não terá qualquer efeito a que se possa chamar, como o nome merece, “protesto”. Nada sim, é o que irá resultar daí. Outros dirão que independentemente dos que lá estiverem tudo será igualmente ruim; não é necessário muito para saber que não é bem por aí. Basta olhar uns dez anos atrás e ver a situação das universidades públicas, as quais muito mal seguravam professores, quanto menos verbas para uma pesquisa e desenvolvimento acadêmico.

Talvez, nosso grande erro no Brasil seja pensarmos a democracia como apenas representativa e o voto como sua consumação máxima. Eleger alguém não significa suportá-lo “haja o que houver” por quatro anos necessariamente. Podemos cobrá-los, como também participar ativamente da direção política da sociedade que somos. Infelizmente os movimentos sociais são escarnecidos e parece valer mais ter crédito para curtir as delícias do capitalismo via shopping Center. A democracia deve dizer de como queremos ser governados e não apenas por quem.

DEMOKRATÍA, do grego, “governo do povo”.

Bruno Costa

28 comentários:

MESTRE DOS MAGOS disse...

Viva a democracia...rs ..discordo com vc quando acha que titirica nao representa o povo, assim como outros políticos que sempre são eleitos... qual pessoa na rua não já tentou subornar o policial para não levar uma multa, quantas pessoas não jogam o lixo na rua, parecido com os cartazes e planfetos dos candidos, e entopem os bueros toda a semana... sinto dizer isso, mas somos muitos parecidos com os deputados e candidatos que elegemos... se queremos ser representados de forma diferente, primeiro de tudo temos que ser diferentes... pensando nisso, só com investimento em educação e daqui a uns 20 anos de dedicação ao ensino para todo país...rs ... mas enquanto isso estamos sendo representados sim, conforme a cultura que temos e aquilo que ensinamos aos nossos filhos....
Obs: até que gostei do tiririca..rs

Seyal Layes disse...

O povo não percebe que acaba trazendo um bando de corrupto votando nesses mascarados da política; Eles (os famosos em geral) são colocados na frente para puxar o resto dos pobres de espírito.

retribua a visita
http://paginazabertas.blogspot.com/

Nicelle Almeida disse...

O mal do brasileiro é tratar a política como brincadeira ou se contentar com esmolas. Isso precisa mudar, senão...infelizmente a tendência será piorar.
www.nicellealmeida.blogspot.com

Victor Pagani disse...

Bom, não gosto de comentar sobre política mas concordo com a Nicelle :)

[]'S

palavras ao vento disse...

nos temos o poder...mas não sabemos usar lo...e depois reclamamos...e complicado...fazer o que...agora e só esperar,,,

Canto do Lufa disse...

A Alienação e a total falta de interesse da população pela política.

A culpa é do sistema

' Aℓℓɑɳ ɗɑѵiɗ disse...

Sempre é do mesmo jeito, alguns promete isso e aquilo, mas quando o mesmo é elito, cadê as promessas? até parece que ele sofreu uma lavagem celebral. O que temos que fazer é saber em quem votar, e mesmo assim cobrar, pois, sempre irá esquecer suas promessas...

MESTRE DOS MAGOS disse...

Isso que acontece quando não pesquisa a vida dos candidatos durante os 4 anos que estão no governo....rsrs ... ninguém caiu de paraqueda por aí, tanto Serra foi governador de São paulo e a Dilma foi ministra da casa civil durante mais de 5 anos...rsrs .. se alguém quisesse mesmo conhecer eles, era simples, se quisesse fazer isso virtualmente, era só entrar no site do governo de são paulo e para conhecer a Dilma entrar no site da casa civil do governo federal, e pesquisar seus trabalhos, suas prioridades, o que fizeram e deixaram de fazer...rs ... mas agora encima da hora, querem tudo mastigado, querem que a informação caia do céu, e caia um relatório resumido de cada candidato nas mãos de cada um...rsrs ... por isso é mais fácil agora ver quem tem cara bonita ou feia, ver quem é o demônio ou anjo, ou esperar um super pastor aparecer e falar tudo que acha da política....rs

Não vou enganar vcs, mas não existe uma pessoa super sábia que vai poder dar tudo mastigado para vcs agora..rs .. infelizmente agora é tarde para realmente conhecer o que eles fizeram... agora é hora do marqueteiro fazer como faz com um produto, um refrigerante coca-cola, agora é simples hora de comprar o produto que acharam a propaganda, seja na televisão, seja na internet (nova área de propaganda), e comprarem a idéia que fazem deles nessa última hora... simplesmente escolham a melhor propaganda e votem...rs

Agora é triste que estejamos usando o medo de perder a "liberdade religiosa", para manipular milhares de votos... já tinha visto isso em outras eleições, mas nessa eleição esse tem sido o fator decisivo para ter ido para segundo turno e quem sabe para vencer eleições.... isso tudo porque não acompanhamos de perto a vida de nossos políticos durante seus mandatos, e deixamos para última hora a emoção ditar para onde os próximos 4 anos devem nós levar....

um abraço para todos

Lucas M. disse...

ah nós brasileiros...
Lamentações!

Falta sermos mais conscientes dos danos que poderao vir se elegermos candidatos corruptos, ou famosos que nao são nem alfabetizados corretamente: Saber ler e escrever é besteira, né?


Espero que um dia tudo mude..

PENHA''' disse...

Frustrante,o complicado é que, ao menos teoricamente,os políticos eleitos são o reflexo do povo, e não acredito que alguém se considere idiota como o Tiririca (?)a idéia do partido era ótima, "pior do que ta não fica, vote no Tiririca" , Deuus nos livre de piora, porque tá tudo HORRÍVEL, e como você disse, ví várias pessoas achando que só haviam dois candidatos para a presidência, infelizmente, tem pessoas que acham que o mais importante é votar em quem ela acha que vai ganhar, do que em quem acha que possa fazer alguma coisa de util ... enfim

Andre Mansim disse...

Amigo... muito bom seu post!
É isso mesmo, nós que temos essa ferramenta chamada blog, temos que falar as coisas!
Parabens!
Eu estou falando as mesmas coisas que vc! Passa lá no meu blog e faz uma visita!

Adriano Ferreira, CM disse...

o certo é que devemos tentar passar de uma democracia representativa para uma participativa. como?
num país do tamanho do brasil é quase impossível. é preciso democratizar as bases. subsidiarizar o poder. empoderar as pessoas. criando conselhos, associaçoes, sindicatos. só assim é possivel a verdadeira democracia.
abraço, tem postagem nova no meu, passa lá!

' Aℓℓɑɳ ɗɑѵiɗ disse...

Temos que saber quem escolher, para ão fazer nada de errado.

kakashi disse...

acho que os politicos deveriam é pensar em ajudar o povo e nao a eles proprios

Thayná disse...

gostei do post *-*
política é um assunto muito delicado e merece td cuidado possível.

Uvas Verdes disse...

Sinceramente não so uma alienada politicamente falando mais axo essa epoca a mais porre de todas , todas essas ladainhas na tv esssas mentiras denigrição de imagens , como diria o velho lobo d guerra " A ofensa é o dispositivo do imbecil" essas menssagens enxem o saco e a maioria da populãção se bazeiam por ela infelizmente , a democracia , hj em dua e uma utopia pq o povo não liga não se enteressa!


Juventude omissa.
Onde está aqueles jovens idealistas?
Que lutam por jusiça?

Os admiradores do Chê?
Eles andam fazendo o quÊ?
vai saber!

Sobrevivendo a cada dia na mintira.
Uma população,
que não tem noção de nação.

Onde os poderosos nos tira o poucos que temos.
Somos assim porque lemos mais não entendemos,
que nosso dever e ir contra o sistema.

cada vez mais manipulado ,
pelo esquema ,
de quem ja está no poder !

ass: Luiza

valew ai teu blog e muito bom voltarei , abraço .

Nicelle Almeida disse...

Já comentei por aqui sobr o post, então, quero te desejar uma ótima semana =)
Um forte abraço pra vc!!!
www.micellealmeida.blogspot.com

Vaunei Guimarães disse...

muito bom...abçs

http://vauneiguimaraes.blogspot.com/

Alessandra Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alessandra Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alessandra Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alessandra Santos disse...

Durante muito tempo disse que não gostava de política. Um dia, percebi que não gostava era de políticos. Não de todos - temos que tomar cuidado com generalizações- o que não engulo são esses caras que aparecem seis meses antes das eleições e resolvem mudar a cara de um bairro, asfaltar umas ruas, reformar umas praças... Tudo por interesse. De que vale trabalho eleitoreiro? Não, eu não quero isso. Eu quero políticos engajados, com ideais e ideias, honestos, justos, preocupados com as causas sociais e não com o próximo parente que eles trarão para o meio, com o salário suntuoso que receberão, o poder que virá junto, os benefícios, o status que sua posição os confere.

Durante muito tempo fomos levados a acreditar que política era uma assunto chato, difícil de entender. Que debates políticos e programas eleitorais eram monótonos, balela. Preferíamos desligar a TV ou o rádio. Converceram a gente a pensar da maneira que convém a eles, os poderosos, porque é interessante nos manter na escuridão da ignorância, isso os mantém lá no poder e a nós nos nossos "devidos lugares".

Não só podemos como DEVEMOS cobrar dos que elegemos tudo aquilo que esperamos que eles façam. Não só por nós, pela nossa vizinhança, pelo nosso bairro, mas pelo bem comum, da maioria. Quando cada um de nós, povo e governantes, pararmos de pensar exclusivamente no nosso próprio umbigo, acho que as coisas funcionarão.

Um beijo, Bruno e obrigada pela visita. Continue levando suas ideias por aí. Adicionei o gadget de seguidores ao "Luz, Sentido e Palavra", valeu pelo toque.

Até a próxima!

PS: Tentei postar o comentário três vezes. Nas duas primeiras deu erro, achei que não tinha ido e postei de novo e depois de novo. rs... Desculpe. Tinha ido em todas as vezes, por isso apaguei e fiz essa sujeirada aqui. = )

Eduardo Peixoto disse...

Claro que o Tiririca representa o povo; representa a ignorância do povo na verdade né. Adorei o post e achei o blog muito interessante também, por abordar a vida nas cidades e as consequências do crescimento desordenado por meio de bem estruturadas histórias ou mesmos artigos. Muito bom.

Nicelle Almeida disse...

É sempre mto bom vir aqui... =)
Me visita tb, tem post novo ;)
www.nicellealmeida.blogspot.com

Andre Mansim disse...

Politica não devia ser levada tão na base da brincadeira!

João Lucas *** disse...

cara n falo mt sobre politica,tambem n gosto muito dela,mais acho q o Brasil devia se preucupar mais com isso e levar mais a sério,não na brincadeira!

PerpLife disse...

É a ordem do mundo capitalista. Tudo é feito para vencer o oponente, tudo é feito para se dar bem. Os outros candidatos são os inimigos e nós somos os palhaços. Quer passar para o outro lado? Se torne político.
Abraço
perplife.blogspot.com

Guilherme Lombardi disse...

Será que ninguém enxerga que o capitalismo esta ruindo diante dos olhos da "humanidade" ninguém consegue resolver as crises finaceiras e etc. E o futuro parece cada vez mais assustador.