terça-feira, 23 de junho de 2009

Estranhas Sensações

Qual é a sensação que te da quando lamenta encontrar um conhecido por não ter tempo a perder?
Quando o fim de semana parece ter menos de 20 horas?
Quando percebe que alguns desejos não terá tempo de realizar nesta vida?

Qual é a sensação que te da quando seu corpo adoece e seu repouso parece te atrasar?
Quando um parente falece e você não tem muito tempo para o luto?
Quando está parado a vadiar?

Qual é a sensação que te da quando a notícia muda sem dar chance a um pensamento?
Ao ver os carros correndo, correndo sem parar?
Quando alguém te esbarra e passa, sem tempo para uma desculpa?

Qual é a sensação que te da ao ver a vida passar e dela você meramente coadjuvar?
Em sua avó não poder aparecer para uma simples visita?
Ao não poder se dar ao luxo de parar?

Qual é a sensação que te da ao deitar a cabeça no travesseiro e se ver obrigado a dormir?
Ao amanhecer em mais um dia lotado de compromissos?
Quando se percebe apressado, louco para terminar?

Qual é a sensação que te da ao estar desconectado?
Quando está sozinho?
Em ter um crédito a pagar?

Qual é a sensação que te da ao não saber o porquê?
Ao não saber para quê?
Em não saber como...


Bruno Costa

26 comentários:

Michelle Costa disse...

Belo texto.
Minha sensação foi: identificação! Infelizmente ou sei lá o que nos tornamos escravos de nós mesmos e nem sabemos o porque ou para que. Trabalhamos para viver, vivemos para trabalhar e por aí entramos num círculo.
Isso me lembrou um trecho de uma música que amo: "O tempo é que vai passar e a gente só vai rodar, na mesma ilusão de recomeçar."
Bjs e parabéns

AriFilho disse...

"Ao não poder se dar ao luxo de parar?"

Forte, fala sobre algo que vai além das cobranças externas, algo que vem de si mesmo e, não se permitindo deixar tudo pra lá, é terrivelmente constrangedor a ponto de anular uma vontade pessoal de parar. Sensações Intimamente Estranhas.

Anônimo disse...

belas palavras hein

Eduardo D. Lacortt disse...

Vazio,medo,angustia,sono?
haha sensações que nos perseguem de fato, mas como dizem, apos a tempestade...viva os dias sem hora para dormir,viva as manhas repletas do que fazer, viva as que não há o que se fazer, essa é a vida, entre emoções agente vai levando, as pedras no caminho agente pula,chuta, ou até mesmo guarda, e assim vamos vivendo e morrendo de vazio,medo,alegria, e tudo mais que falizesmente somos capazes de sentir.

Otimo texo,parabens ;)

Cris disse...

é ... a minha sensação é dizer q as pessoas andam ocupadas demais, até para falar Bom Dia qdo se entra num onibus.

Boa Noite. Vou visitá-lo mais vezes.
Bjs

Kelly Christi disse...

Esse texto, mostrou de forma introspectiva, que somos feitos de sensações, e sem ela não somos nada.

um big bju
volte sempre q quiser no meu blog

http://www.pequenosdeleites.blogspot.com

Luci. disse...

No meu caso seria procrastinação, sempre atrapalha! sempre! Parabéns, adorei o texto, amei o blog, voltarei mais vezes!

Flor com Espinhos disse...

sensação de falta de norte...paradigma desgastado...sabe quando não se sabe, não se tem referência, porque são tantos modelos impostos, mas nenhum é seu, é genuinamente seu, porque vc nw se sente mais, não se percebe...é vivemos neste caos...texto mto bom.

CGARTS disse...

interessante, é bem assim que acontece!

Produzimos vídeos institucionais, promocionais e informatios para blogueiros!
VEJA NOSSA ENTREVISTA NESSE BLOG
http://www.cafecomnoticias.blogspot.com/

Ana Paula Moreira disse...

Várias sensações!! O texto é ótimo e muitas vezes já me peguei fazendo perguntas como essas. Corremos todos os dias, com a mesma rotina e não nos damos conta que o tempo está passando e talvez nem estamos vivendo como gostaríamos. Dá vontade de voltar no tempo, ou não precisar correr tanto. Que a vida fosse do jeito que sonhamos!

Will Correa disse...

Minha sensação foi de total identificação com o texto ainda mais no atual momento que vivo o comentario acima foi muito legal quando diz:"O tempo é que vai passar e a gente só vai rodar, na mesma ilusão de recomeçar."

fato abraço obrigado pela visita
www.ruivosuburbano.blogspot.com

.Mari. disse...

A sensação é péssima, é horrenda! Me sinto como os pintinhos que são carregados pelas máquinas das fábricas para virarem "caldo knorr"- exemplo tosco, mas que caracteriza a sensação de estar sendo guiada o tempo todo pelas exigencias diárias, por essa loucura toda e não ter tempo de viver, e perecer que não tenho vontade própria e sou literamnete levada...a vontade que dá é de criar asas e sair voando pra qualquer lugar...

Borboletas ao sol disse...

Um turbilhão de sensações...

Pensando no tempo...

Meire disse...

por isso não gosto muito daqui..preciso de muito mais tempo pra tudo, adoro dormir, adoro fazer nada.e essa rapidez me agonia.

Marilis Dutra disse...

Muito bom o texto...
adorei o blog vou segui-lo

=Pp

Monique disse...

Esse texto me lembrou a estranha sensação de q tenho mtas vezes: para que corremos tanto? estamos a procura de que exatamente? lutamos contra o tempo e nos desdobramos para fazer e conquistar tantas coisas, e no final de tudo, elas servirão para que?
Esse texto faz refletir sobre o que é verdadeiramente importante...

Parabéns mano!!!

Gabi disse...

ADorei! Tão lindo e bem verdadeiro!
Vim agradecer pela visita no meu blog, e dizer que podem me visitar sempre!
Vou acompanhar o blog de vocês!
beijos
Gabi

Joyce disse...

Estranhas sensações que nos acompanham e mtas vezes não damos conta de sua existência. Essa estranha, porém impregnada, prática de vida cada vez mais regrada, cada vez mais corrida, em que temos a sensação de precisar de dias com 36 horas pra dar conta de tudo. Porém a verdade é q nem 45 horas no dia nos seria o suficiente, pois a cada dia a tecnologia, os modos de procução, as relações sociais e trabalhistas nos avançam para um abismo em que não notamos a nossa entrada.
Olhemos para os lados e respiremos! Vamos buscar a brisa!!!!

The Blower's Daughter disse...

Ótimo texto!
Sensação d angústia, medo, insegurança e vazio... Estamos sempre apressados demais e ñ tempos tempo pra pensar nas coisas q realmente valem a pena... Mas a pergunta é: Tem como isso ser mudado?
Adorei o seu blog!

Obrigada pelo comentário no meu blog! xD

www.fantasmadeumarosa.blogspot.com

Larissa Mazaloti disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Débora Fernandes ♥ disse...

ameeei *--*
seu blog ta demais. ;D
Não me identifico com este texto, mas eu amei. ta maraa;
Brigada pela visita e volte sempre!

Débora Fernandes ♥ disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
A Maria... disse...

hahaha... amei o texto viu? me vi em várias partes e várias sensações! bjs

fredinho_mandu disse...

no importa a situação eu quase sempre me sinto de um único jeito, me vem a sensação de vazio e ódio.

Parabéns pelo blog

Vinicius Colares disse...

tenho as mesmas sensações frequentemenstes, principalmente a deachar que não conseguirei realizar todos os meus desejos antes do fim, até porque frequentemente temos novos desejos!

_____________________
HTTP://doutorcaligari.blogspot.com

Vinicius Colares disse...

tenho as mesmas sensações frequentemenstes, principalmente a deachar que não conseguirei realizar todos os meus desejos antes do fim, até porque frequentemente temos novos desejos!

_____________________
HTTP://doutorcaligari.blogspot.com